Ficar sem jantar ajuda a emagrecer?

Compartilhe esta matéria!
3 de abril de 2021
Escrito por: Redação

Com o objetivo de emagrecer, muitas pessoas buscam diversas dietas da moda a fim de ficar de bem com a balança. Mas o que é indicado para uma pessoa, será que funciona e tem a mesma eficácia para todas as outras? Algumas técnicas podem até oferecer resultados em curto prazo, outras nem tanto. 

Uma dúvida bastante frequente é: deixar de jantar emagrece? Confira a matéria e entenda se esta pode ser uma estratégia para ajudar no emagrecimento, os efeitos do jejum intermitente, além de dicas para tornar o jantar mais saudável.

Pular o jantar emagrece?

Algumas pessoas que começam a pular a última refeição relatam a perda de peso, inicialmente, pois de fato, isso pode acontecer, ao cortar o jantar, reduzimos a quantidade de calorias ingeridas ao dia, o que pode contribuir no emagrecimento. 

Mas a alimentação ao longo do dia deve ser avaliada também, além da quantidade, a qualidade nutricional desses alimentos ofertados, pois de nada adianta pular o jantar e ter um alto consumo de alimentos calóricos, ultraprocessados, fast food, com alta concentração de gorduras saturadas e carboidratos refinados. 

Outro ponto importante a ser avaliado, se o ato de pular uma refeição não pode desencadear a compulsão alimentar, aumentando o consumo de alimentos na próxima refeição e as demais ao longo do dia. Isso geralmente ocorre em pessoas que sofrem com ansiedade. 

Então o jejum intermitente não é uma boa estratégia? Veja a seguir.

Jejum intermitente: benefícios além do emagrecimento

Hoje em dia, diversos estudos demonstram que aderir ao jejum pode trazer benefícios para o organismo, tais como:

  • Otimização da função celular e de regeneração
  • Controle da fome
  • Melhora do foco e concentração
  • Permite ao corpo utilizar o tecido adiposo como fonte principal de energia

Mas essa não é a única estratégia existente para o emagrecimento e não deve ser indicado para todos. 

Deve ser avaliada a individualidade juntamente com um profissional capacitado, desta forma, faça um acompanhamento com um nutricionista. 

Afinal, como perder peso?

A melhor maneira de perder peso é avaliar a individualidade e optar por uma alimentação balanceada em todas as refeições, escolhendo os alimentos de acordo com a ingestão energética total diária indicada. 

Para indivíduos que não se adaptam ao jejum ou até mesmo não podem aderir, pode ser recomendado manter a última refeição, sendo essa servida mais cedo, com alimentos leves e de fácil digestão, tais como:

  • Vegetais cozidos no vapor, assados e refogados
  • Sopas
  • Ovos
  • Peixes grelhados

Evite carnes gordurosas e preparações fritas. Existem diversas opções saudáveis que podem compor um jantar e contribuir no processo de emagrecimento. Consulte um nutricionista para adequar a melhor opção a sua rotina.

Fonte: Mundo Verde/ Foto Reprodução