Vacinação contra Covid é vitória para pessoas com deficiência

Compartilhe esta matéria!
29 de abril de 2021
Escrito por: Redação

Hoje quero muito falar sobre uma vitória de todos os atores envolvidos na luta pelos direitos de pessoas com deficiência. Em março deste ano, o prefeito Wladimir Garotinho sancionou a Lei Municipal 9.035/21, que dá as pessoas com deficiência, prioridade na vacinação contra a COVID-19, resultado do Projeto de Lei 0006/2021 de autoria do vereador Leon Gomes, aprovado por unanimidade em fevereiro.

A Associação de Pais de Pessoas Especiais (APAPE) foi o primeiro local a sediar a vacinação e contou com a presença da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Câmara de Campos, formada pelos vereadores Bruno Vianna, Raphael Thuin e Leon Gomes. A Apoe, Apae, Paraesporte e Educandário São José, instituições que realizam um trabalho importante de assistência em nossa cidade, também receberão equipes de saúde para vacinar os maiores de 18 anos.

O contentamento dos pais e responsáveis no momento da vacinação era contagiante e contagioso. “Saber que minha filha aos 38 anos, com um quadro de pessoa especial está vacinada, significa um descanso para o meu coração, e reacendeu a chama da esperança na luta pelas pessoas com deficiência em nossa cidade. Essa lei é uma lei de amor ao próximo”, declarou emocionada a mãe de Mirela.

“A prioridade da vacinação as pessoas com deficiência é um marco na história de Campos. Ela representa não somente um direito à vida, mas também um direito a dignidade, representa um direito a inclusão.

A aplicação dessa lei através do poder executivo nos mostrou que ainda é possível resgatar os direitos que foram roubados das pessoas com deficiência. A vacina traz muito mais que o direito a vida, ela traz esperança de dias melhores. Além de legislador, sou pai de uma pessoa com deficiência. Quero agradecer ao prefeito Wladimir Garotinho e ao Dr. Charbell e sua equipe pelo empenho em fazer tudo isso acontecer” declarou o vereador Leon Gomes.

Assumindo o papel de quem somente assistiu, por pelo menos uma hora, aquele cenário envolvido num misto de emoções, lembrei-me de uma citação de Marcus Aurelius “muitas vezes a injustiça está no que você não está fazendo, e não só no que está fazendo”.

Concluindo, saí de lá imunizada contra a estagnação, procrastinação e paliativos, e segura de que lutar é sempre a melhor alternativa.

Jornalista Euline Alves / Foto: Leonardo Beranger