Parece uma bobagem falar sobre banhos nos nossos amigos pets, mas não é.  Eu por exemplo dou banho na Lila uma vez por semana, e ela nunca teve problemas, mas esta não é uma regra.

Muitas pessoas acabam cometendo exageros, por desejarem que seus animais de estimação estejam sempre cheirosos. Essa euforia é impulsionada pelo mercado que a cada dia lança uma infinidade de produtos de higiene e estética. E cá pra nós, quem não quer ver seu bichinho sempre perfumado! Higiene é bom, mas os banhos em excesso podem fazer mal à saúde de cães e gatos.

De acordo com Rodrigo Faria, que trabalha com banho e tosa em cães e gatos a mais de 20 anos, embora muitos proprietários tratem seus pets como se fossem gente, é bom lembrar que eles não são, e que suas necessidades higiênicas são muito diferentes das nossas.

“Aquelas pessoas que acreditam que cães e gatos podem tomar banhos diários devem ficar atentas, pois estão deixando seus melhores amigos expostos a alergias e outras doenças. O ideal para os cães é um banho por semana ou a cada 15 dias dependendo da pelagem e para os gatos uma vez por mês. A temperatura ideal da água depende do clima, claro que se tiver muito calor a água pode estar na temperatura ambiente, e se o clima for frio, quebrar um pouco a temperatura da água não vai fazer mal algum”, alerta.

Segundo Rodrigo, os animais tem uma proteção natural da pele e o excessos de banhos pode deixá-los expostos à doenças como fungos, por exemplo. Além disso, ele vai fabricar mais sebo e vai ter mais cheiro do que se você der menos banho. Não adianta dar banho o tempo todo pra tirar o cheiro característico do animal.  É importante após o banho secar bem os pets e nos casos de cães de pelos longos é fundamental que eles sejam escovados todos os dias pra remover as células mortas, os pelos soltos e evitar nós.

Rodrigo ressalta também, que não se deve usar produtos humanos nos amimais, como sabão de cocô. O mercado oferece produtos excelentes que podem até ajudar na hora do banho.

“Existem sabonetes, shampoos e cremes para raças específicas, além de perfumes. O ideal é sempre comprar de acordo com o seu animal.  Até porque, o que pode ser bom para o cão de um amigo por exemplo, pode ser ruim para seu pet. E outro detalhe, se for dar o banho em casa é bom proteger o ouvido do animal colocando um algodão, isso vai evitar que entre água e possa resultar em infeção”, conclui.

Alguns fatores devem ser levados em consideração:

  • Filhotes que ainda não foram vacinados devem evitar banhos em pet shops. O ideal é que o primeiro banho seja dado em casa, a partir dos dois meses de vida, utilizando água morna e sabonete ou xampu próprio para filhotes. O horário ideal para o banho é entre 11h e 15h, e a secagem deve ser feita com o auxílio de um secador. Banhos em empresas especializadas só devem acontecer após o término do esquema de vacinação e vermifugação.
  • Banhos em animais com pelos curtos são indicados uma vez por semana no verão, e a cada 15 dias no inverno. Em animais de pelo longo o banho pode ser a 15 dias inclusive no inverno e a escovação deve ser diária. Nos gatos os banhos podem ser a cada 30 dias.
  • Se mesmo antes do intervalo do próximo banho o odor do pet estiver mais forte é possível amenizar o problema. Existem no mercado alguns produtos conhecidos como ‘banho seco’. Com o auxílio de um pano, o proprietário pode promover uma limpeza superficial do pelo do animal, deixando-o com o odor mais agradável e evitando o banho antes do período certo. Estes produtos também são indicados para os filhotes.

Outros cuidados:

A hora do banho é o momento ideal para colocar em dia a higiene de outras áreas do corpo, como os ouvidos, cujos canais auditivos devem ser limpos para evitar o acúmulo de cera. Os dentes, que só podem ser higienizados com escova e cremes próprios para animais, o que pode acontecer toda a semana, se o pet estiver habituado. As unhas, que dependendo do crescimento, podem ser aparadas a cada 10 dias, o melhor é que seja feito por profissionais especializados.

 

 

 

Colunista: Josy Alves (jornalista)
Fonte: Tudo sobre cachorro
Foto: Site Campos Agora/Reprodução Internet