Um dia você despertará, não de corpo, e sim de alma.  Despertará para quem você é verdadeiramente, para a sua missão nesse mundo e para os valores que regem a existência.

Quando você despertar todas as situações que você viveu farão sentido. Não haverá mais dores ou mágoas. Todo o seu passado será visto com gratidão e cada experiência como necessária e importante para o seu crescimento.

Quando você despertar não haverá mais culpas. Você perceberá que tudo que você fez foi nas condições que você tinha. Entenderá que você deu o seu melhor e que seus “erros” eram tentativas de se encontrar. E toda a culpa se converterá em amor e autoperdão.

Quando você despertar você se amará. Deixará de se comparar aos outros e irá perceber a sua unicidade. Finalmente irá compreender que a beleza de cada um está em ser o que se é, e que padrão nenhum pode te dar a força da beleza que é ser autêntico.

Quando você despertar você não julgará. Vai aprender que cada pessoa está em um nível diferente de evolução e mesmo que as atitudes dos outros talvez não sirvam para você, cada um tem o direito de tentar e aprender com as consequências de suas atitudes, porque todos estão no caminho da evolução.

Quando você despertar irá valorizar mais o presente, irá desacelerar seus passos, irá expressar mais o que sente e estar aberto ao afeto daqueles que te amam.

Você vai olhar todos os seres como almas, irá honrar sua existência, vai caminhar sabendo que tudo tem um significado e que uma força maior move a sua alma e seu destino.

Quando você despertar estará em constante comunhão com o Universo e cada gesto seu será uma oração.

Ainda vivemos entre o sono, o sonho e o abrir dos olhos para à profundidade da vida. Mas cada situação que passamos é um toque da vida que nos chama ao despertar.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Luis Henrique / Alexandro Gruber
Foto: Reprodução Internet