Olá mamães, tudo bem?

O que vocês fazem de diferente em casa com os pequenos, para que eles não se sintam destacados, deixados de lado em sua própria casa?

Esta aí, você nunca tinha prestado atenção nisso, não é mesmo? Pois bem, as crianças precisam explorar a casa onde moram, pra se sentirem parte da família, parte da casa. Eu aqui em casa com a Larah, de 3 anos e 10 meses, procuro não limitar espaços para brincar. Se quiser brincar na sala, na cozinha, na varanda, pode tudo, desde que ao terminar, guarde tudo também (risos). Ela reclama um pouquinho, mas acaba guardando. E na sua casa, também não precisa ser diferente, quanto mais limitamos o espaço, o ambiente em casa para as crianças, mais elas podem se retrair e se sentirem excluídas do ambiente familiar.

Uma das características que nos torna humanos é o desejo de se sentir parte de alguma coisa. Todo mundo, mesmo as crianças pequenas querem fazer parte. E a família é o primeiro grupo social no qual exercitamos esse pertencimento.

No entanto, existem muitos lares onde as crianças são limitadas a brincar em lugares definidos. No resto da casa não pode porque faz bagunça. Ora, se queremos que a criança pertença à família, e desenvolva habilidades sociais a partir disso, não faz sentido limitar a ocupação da casa.

Agora reflita se você está deixando seu filho ocupar a casa e desenvolver o senso de pertencimento devidamente.

Dicas:

Uma dica bem legal é por exemplo, se você estiver cozinhando, coloque uns legumes numa vasilha, de uma faquinha de plástico para seu filho e deixe-o te copiar e se divertir. Eu mesma já coloquei uma cadeira na pia e coloquei umas louças de plástico que estavam todas limpas e deixei a minha filha “lavar a louça”, ela é lógico amou e contou pra todo mundo que ajudou a mamãe lavando louça. Mas não é só nas tarefas domésticas que devemos inserir os pimpolhos, a criança pode e deve explorar a sala, que geralmente é um dos locais mais habitados dentro de uma casa, deixe uma mesinha com gizes de cera, lápis de cor, livros de colorir e deixe a imaginação da criança florir, depois, peça ajuda a ela pra guardar tudo. E que tal tinta guache, uns pinceis e uns desenhos para colorir? Ah vai, só de vez em quando, ali na sala mesmo, ou na mesa da cozinha e no outro dia, cria mais alguma coisa diferente para brincar na sala, na cozinha, no quarto, na varanda, no quintal.

Outra dica legal para fazer durante o dia e para quem mora em ambientes pequenos, tipo apartamento, é aproveitar a porta de vidro e deixar a criança brincar de tinta guache, pintar, fazer desenhos, forra o chão com plásticos, jornais e depois é só catar tudo e limpar o vidro com água e sabão. E pra quem tem menina, ah as meninas, ela pode ser o que quiser, manicure pedicure, maquiadora, é só vocês deixar a imaginação delas fluirem. Olhem aí que legal!

E os slimes e as massinhas de modelar? Ah não fez ainda em casa com seu filho, não acredito! vamos lá, mãos a obra! As crianças amam preparar essas coisas. Segue uma receita rápida e muito pratica para as duas febres entre crianças e adolescentes.

Slime:

– Um pouco de cola branca ou transparente, o tamanho do slime será referente a quantidade que usou de cola;

– Corante comestível ou tinta guache de qualquer cor;

– Gliter e estrelinhas (opcional);

– Para o ativador misture um pouco de água boricada num potinho, um pouquinho de bicarbonato.

Misture primeiro a cola e o corante ou tinta, depois coloque um pouquinho do ativador, misture e já verá o ponto do slime, retire do potinho e misture na mão, até que pegue o ponto de slime.

Massinha de Modelar:

  1. 1 xícara de farinha.
  2. ¼ xícara de sal.
  3. 1 colher de chá de óleo.
  4. uma pitadinha de corante, ou tinta guache ou suco de pozinho (tipo Tang)
  5. ⅔ xícara de água.

Preparo: 

Misture a farinha, o sal, e o tang juntos.
Ferva a água e adicione o óleo na água.
Coloque um pouco de água nos ingredientes secos e misture com uma colher ou com a mão. Continue adicionando água aos poucos e siga amassando até que a cor fique uniforme e a massinha fique macia como a da Play-Doh.

Observação: Não se sinta obrigada a usar os ⅔ de água. Provavelmente você ira precisar usar entre ½ e ⅔ de uma xícara

Bom, é isso mamães. Podem ter certeza, que vocês tornarão o dia do seu filho, uma alegria sem fim, fazendo essas dicas aí. Deixem aqui seus comentários do que acharam do artigo e até a próxima.

 

 

Colunista:  Vanessa Nascimento (Jornalista)
Fonte: Site Tempo Junto e site Fazendo a nossa festa
Fotos: Arquivo Pessoal / Reprodução Internet