Eu sempre me preocupei em dar uma ração de qualidade para a Lila. Escolher um alimento bacana faz toda diferença pra que os nossos anjinhos tenham uma vida saudável. A Lila come uma Super Premium que foi indicado pelo veterinário dela. Eu resolvi trocar porque em umas das consultas, que faço periodicamente, conversando com Tio Sérgio (nome do veterinário dela) falei sobre a queda de pelos dela, e ai resolvemos trocar. Foi a melhor coisa que eu fiz. É impressionante como uma boa ração faz a diferença. Não que ela comece uma ração ruim, mas esta especifica para queda de pelo, realmente é sensacional. Lila está com o pelo lindo, as fezes durinhas e sem cheiro. E sem falar que o aroma da ração é ótimo, acho que abre o apetite dela, porque ela come saboreando.

Espero que o texto ajude vocês e que principalmente seja bom para seu melhor amigo.

A ração que seu Pet merece

Quando a gente vai às compras para nossos pets, encontramos muitos tipos de alimentos saudáveis e guloseimas, rações secas e úmidas, petiscos, receitas caseiras e enlatadas.

Mas, afinal, quando devemos prover este tipo de alimentação e qual a importância dela?

Tem gente que acha que ração para cães e gatos é tudo igual! Mas não é!

A alimentação balanceada é importantíssima para que o animal leve uma vida saudável. É importante destacar que existem alimentos próprios a cada tipo de animal como cães e gatos.

Rodrigo Faria (Arquivo Pessoal)

Rodrigo Faria (Foto Arquivo Pessoal)

Para Rodrigo Faria criador e tosador, oferecer uma ração de qualidade para cães e gatos faz toda diferença na vida deles.

“Tem gente que cria os seus animais oferecendo alimento caseiro, mas isso não é legal. Além do tártaro provocado pela comida, esse tipo de atitude pode trazer doenças nutricionais como carência ou excesso de nutrientes, excesso de gordura e consequentemente o sobrepeso, excesso de sal que sobrecarrega a função renal, excesso de carboidratos e de proteínas”, explica.

É importante ressaltar que filhotes e adultos devem consumir ração para a idade deles.

Rodrigo que trabalha com pets há mais de 20 anos, diz que o melhor alimento para os animais será sempre a ração, ele prefere as Super Premium.

 

Hoje o mercado oferece muitas opções de ração de qualidade, tem até alimento específico para determinadas raças. Para o meu cachorro eu prefiro a Super Premium, porque além dos benefícios como Omega 3 e  diversas vitaminas que possui na sua composição, ela não contem corantes. Então pra mim o principal é a ração ser Super Premium, a marca fica por conta do dono do bicho”, afirma.

Lembre-se que comida de gato é só para gatos, que comida de cães é só para cães, e que os alimentos destinados ao consumo humano fazem mal ao seu pet.

Importância da alimentação saudável para os pets

Pets: Importância da alimentação saudável

A qualidade na alimentação é essencial, uma vez que cães e gatos exigem proteína para substituir aquela usada para a manutenção do tecido e seu reparo, e também pra produção de anticorpos, hormônios, enzimas e hemoglobina.

Tipos de Ração

Ração comum: É a mais barata e é produzida com ingredientes que variam de acordo com a oferta, apresenta baixa absorção.

Ração premium: Quase não varia os ingredientes e sua absorção é em média de 80%, e é um pouco mais cara.

Ração Super Premium, mantém a mesma composição de ingredientes, a absorção chega a 85% e preferida dos donos de animais, porém é a mais cara do mercado.

Mas avaliar a ração pelo valore é complicado, já que quando você garante uma ração Super Premium para o seu animal, ele terá uma vida mais saudável e consequentemente você o levará menos ao veterinário, ou seja, gastará menos.

Nem sempre a ração mais cara pode ser a ideal para seu pet, o importante é descobrir o que ele mais gosta e o que faz bem para o seu organismo.

Mas uma coisa é certa, alimentos livres de corantes e com bons ingredientes e proteína podem fazer muita diferença.

Lembramos que não é porque você oferece uma ração de qualidade para o seu pet que não precisa ir ao veterinário.  O especialista pode te ajudar a escolher o melhor alimento para seu amigo.

Petisco pode?

O ideal é que os petiscos sejam próprios para pets, ou alimentos tipo frutas, legumes e carnes cozidas, sempre em pequenas quantidades e preparadas sem tempero, visando sempre manter uma alimentação balanceada.

Os petiscos podem fazer parte da dieta de um pet saudável, mas vale lembrar que tudo em excesso pode fazer mal. Portanto, dosar a quantidade de petiscos é fundamental para manter o seu animal de companhia no peso adequado e prevenir a obesidade e suas consequências.

 

 

 

Colunista: Josy Alves (jornalista)
Fonte: Revista Veterinária
Foto: Reprodução Internet – Arquivo Pessoal