Seu pet está soltando muito pelo? Veja o que pode ser

Compartilhe esta matéria!
8 de agosto de 2021
Escrito por: Redação

Não importa se os fios são curtos, médios ou longos, cachorro soltando muito pelo pela casa é normal e faz parte da experiência de ter um pet.

Mas como saber se a queda de pelo em cachorro é normal ou tem origem patológica? E como resolver o problema do cachorro soltando muito pelo? Respondemos a essas e outras perguntas sobre o tema. Confira!

É normal cachorro soltando muito pelo?

Conforme explica a Dra. Heidy Bispo Lima, médica-veterinária da Petz, os animais apresentam um ciclo folicular semelhante ao nosso. Isso significa que a pelagem dos cãezinhos passa por três fases principais: crescimento (fase anágena), repouso (fase telógena) e queda.

“Todo cãozinho tem a queda de pelos fisiológica causada pelo envelhecimento do próprio pelo ou folículo”, esclarece a especialista. Portanto, se o seu amigo apresenta queda de pelo controlada e não acompanhada de outros sintomas, fique tranquilo. O processo é esperado e faz parte da renovação constante da pelagem. 

É verdade que o pet solta mais pelos em algumas fases da vida?

Mesmo que o pet esteja em perfeitas condições de saúde, é normal que cachorro soltando muito pelo passe a soltar mais em algumas fases da vida e em determinadas épocas do ano.

Além do verão, época em que os pelos caem mais para chegarem renovados no inverno, a Dra. Heidy também cita outros momentos em que os pelos dos cães tendem a cair mais. Entre eles, ela destaca a velhice canina e o período de gestação e de cio das fêmeas. 

Vale lembrar que pelo de cachorro caindo só pode ser considerado normal quando não for acompanhado de outros sintomas. Na dúvida, procure sempre um médico-veterinário.

Quando cachorro soltando muito pelo é preocupante?

Qualquer mudança muito brusca no padrão do cachorro com queda de pelo deve ser investigada. No entanto, fique especialmente atento ao observar os seguintes sintomas: rarefação dos pelos, queda de pelos localizada, prurido, lesões na pele e descamação.

Esses sinais indicam que a queda de pelos em curso não é apenas fisiológica, e sim patológica. Ou seja, é provocada por algum problema de saúde. Sendo assim, a recomendação é procurar um médico-veterinário o quanto antes.

Quais são as principais causas da queda de pelos patológica?

Diversos problemas de saúde podem estar por trás do cachorro soltando pelo em excesso. Daí a importância de procurar atendimento especializado a fim de obter um diagnóstico preciso. Dentre as causas mais comuns, a veterinária cita: 

  • Infestação por ectoparasitas (pulgas e carrapatos);
  • Presença de fungos ou leveduras na pele;
  • Alergias alimentares;
  • Atopia canina;
  • Deficiência alimentar;
  • Problemas endócrinos,
  • Estresse.

O que fazer quando o pelo do cachorro está caindo muito?

Uma vez que cachorro soltando muito pelo pode ter uma causa tanto fisiológica quanto patológica, o primeiro passo é procurar um médico-veterinário. A partir de uma avaliação cuidadosa, ele poderá chegar a um diagnóstico, dando início ao tratamento mais indicado. 

Dependendo da origem do problema, o tratamento para cachorro soltando muito pelo pode incluir desde mudanças na alimentação até o uso de shampoo para queda de pelo de cachorro, como os antifúngicos. 

Aqui vão outras dicas para ajudar a prevenir e/ou reduzir a queda de pelos em cães:

  • Penteie o pet com regularidade com a ajuda de uma rasqueadeira. Isso ajuda a remover os pelos mortos, evitando que eles caiam pela casa;
  • Ofereça somente rações de qualidade, de preferência as do tipo premium ou super premium;
  • Faça o controle regular de ectoparasitas, evitando infestações por pulgas e carrapatos. Hoje em dia, é possível encontrar opções que mantêm o pet protegido por até 3 meses. Converse com um médico-veterinário;
  • Leve seu amigo para banho e tosa somente em locais de confiança. Além disso, verifique se a secagem é feita de maneira adequada a fim de evitar a proliferação de fungos,
  • Garanta o bem-estar do pet fazendo passeios diariamente e promovendo o enriquecimento ambiental. Lembre-se de que o estresse também pode levar à queda de pelos excesso.

Por fim, não deixe de levar o seu amigo ao veterinário ao menos uma vez por ano para um check-up. 

Fonte: Petz / Foto Reprodução